Quero receber
o LordCão News

Blog Vida de Cão - Veja Rio

 

LordCão News - Artigos interessantes

voltar

Para que serve o meu cachorro?

Por Claudia Pizzolatto


Além de ser amigo, divertido e grande companhia, os cachorros tem outras funções, que variam de acordo com a raça ou grupo de raças. Conhecer a função original de seu cachorro pode ajudá-lo a compreender melhor as características do seu amigo, além de ser muito útil na hora de escolher a raça do seu novo filhote. Mais do que a beleza ou popularidade do animal, a função original, e consequentemente a personalidade da raça, irá determinar o grau de sucesso e satisfação deste novo relacionamento que pode durar por muitos anos.
Veja aqui quais são as características principais destes grupos, quais as raças que se encaixam neles e como será possivelmente a personalidade do seu amigo peludo.

CÃES DE CAÇA:
Destes cães você pode esperar muita energia, curiosidade, perseverança e obediência (se forem treinados desde cedo), e um "Q" de cabeça-dura. Também são meio dispersivos e se distraem facilmente com movimentos sorrateiros. São alertas, se adaptam facilmente a diferentes climas e temperaturas, precisam de exercício regularmente e alguns são loucos por água. O melhor tipo de ambiente para eles são casas com bastante espaço para que possam correr e se exercitar. Se você é do tipo que trabalha a semana toda e gosta de passar os fins de semana no sofá, é melhor escolher outra raça se não quiser ter um cachorro destruindo a sua casa por total tédio. Os "retrievers" adoram brincar de pegar bolinhas de tênis ou frisbees.

Entre os cães de caça temos os pointers e setters que "apontam" a caça. São os Pointers, Pointers Alemães de pelo curto ou de arame, todos os tipos de Bracos, Vizlas, Weimaraners , Setters Ingleses, Gordon Setters e Setters Irlandeses entre outros.

Os Spaniels espantam a caça para que o caçador possa abatê-las. Entre eles estão os Cockers Ingleses, Cockers Americano e Britanies como mais conhecidos. Existem ainda os "retrievers" que buscam os animais abatidos pelos caçadores. Labradores, Golden Retrievers, Chesapeake Bay Retriever e Poodles Standard são exemplos destes cães.

HOUNDS:
Os Hounds também são cães de caça e por isso possuem características como excesso de energia, teimosia, curiosidade, e espírito de aventura. O que difere os hounds dos outros cães de caça é que eles caçam em bandos e portanto a vida social para estes cachorros é fundamental. Detestam ficar sozinhos e é justamente quando precisamos passar o dia todo fora que podemos comprovar todo o poder de destruição destas criaturinhas. Além disso, hounds são especialistas em seguir rastros com seus narizes curiosos e faro apuradíssimo. Eis aí o risco de deixar um destes camaradinhas fora da coleira sem muito treino. Um esquilo, gato, ou qualquer outro animal que passe lá longe e lá se vão numa caçada que não tem hora de acabar e do qual muitas vezes eles não voltam sem "livre e espontânea pressão". Exemplos de hounds? Beagles, Basset Hound, Dachshunds, Foxhound Americano, Borzoi, Saluki e Afghan Hound.

CÃES DE TRABALHO:
Estes animais foram criados para desenvolver trabalhos pesados, principalmente de força e tração e proteção de propriedade. Embora sejam gentis e tranquilos com seus donos, estas raças não gostam de estranhos e não pensarão duas vezes se precisarem dar as suas vidas pela segurança de seus mestres. Alguns são conhecidos pela docilidade e natureza mansa como os Terra Nova, mas a grande maioria deve ser cuidadosamente escolhida quando filhotes e o treinamento de obediência deve ser iniciado o mais cedo possível para evitar que estes cachorros poderosos e protetores venham a causar problemas sérios mais tarde. Ocupação e trabalho para estes cachorros devem ser uma constância, pois facilmente se tornam entediados, e quando resolvem se ocupar por conta própria....

As grandes qualidades destes animais também podem se tornar seus maiores defeitos se seus donos não souberem tratá-los com disciplina e carinho. Você pode esperar por uma boa dose de territorialidade e tendência de agressão entre cães do mesmo sexo.

As raças utilizadas para puxar trenós, têm como principal característica a independência. Não espere destes cachorros grandes demonstrações de afetividade e entusiasmo. Além do que, a definição clara de liderança e hierarquia é fundamental para que estes cachorros se ajustem e não se tornem agressivos. Se você mora em lugar de clima quente, esteja preparado para escovar seu cachorro regularmente. São eles: Malamutes do Alasca, Huskies Siberianos e Samoyedas. Akitas, Rottweilers, Dobermans, Mastifes, Fila Brasileiros e Boxers são alguns exemplos de cães criados para a guarda de propriedade e de seus donos.

Embora sua origem seja atribuída a cães criados por fazendeiros na Alemanha, os Pastores Alemães, há muito tempo vêm sendo selecionados por suas características de guarda pessoal e não mais para o trabalho de pastorear animais.

CÃES PASTORES:
Usados para guiar e pastorear outros animais, os cães pastores já dominam este negócio desde 1570. Eles podem ter pelo longo ou curto, pernas compridas ou curtas, podem ser "agressivos" na sua maneira de pastorear ou gentis, mas todos têm algumas características em comum. São rápidos e ágeis, capazes de fazerem manobras e curvas repentinas com graça e leveza. Levam seu trabalho muito a sério e não é raro ver alguns destes animais "pastoreando" crianças. Alguns chegam a dar mordidas nos calcanhares dos pequenos que resolvem se rebelar e tentam fugir do controle do cão. Quando treinados profissionalmente para o trabalho de pastoreio, cada cachorro é treinado para cuidar de uma única espécie de animal, seja ovelha, gado ou perus. São inteligentes, sensíveis, prontos para agradar o dono, brincalhões, e respondem muito melhor quando são tratados com gentileza. Sempre prontos para uma longa caminhada ou aventura, também se deliciam ao ficar deitado aos pés de seu dono, no qual, aliás, estão sempre de olho. Os melhores nomes para estes cães são os bem curtinhos e marcantes, como Skip, Rex, Bob, ou Chuck. Nomes longos ou muito melodiosos têm uma significante queda no tempo imediato de resposta do animal. Por ser extremamente leal e apegado ao dono, muitos destes cães passaram a ser usados também para a guarda de pessoas e propriedades (caso dos Pastores Alemães). Se você der bastante atenção a este tipo de cachorro, brincar e trabalhar junto com ele, você pode contar com um amigo fiel, que não duvidará em dar a vida dele pela sua. Se, ao contrário, você for frio e distante, este é o tipo de cão que irá procurar a companhia de outros animais e dificilmente chegará perto de você, tornando-se indiferente a sua companhia. Neste grupo está o Collie, Shetland Sheepdog, Old English Sheepdog, Pastor Belga, Pastor dos Malinois, Bouvier de Flandres, Schnauzer Gigante, Welsh Corgi Pembroke, Welsh Corgi Cardigan e Pastor Australiano entre outros.

TERRIERS:
Você quer um cachorro que se provocado não foge a luta? Que tal um que cavouque todo o seu quintal e não deixe uma única florzinha viva para contar estória? Já sei! Talvez um que atazane a vida dos gatos, hamsters, galinhas e qualquer outro bicho de estimação! Que seja teimoso, verdadeiro osso duro de roer, corajoso, perseverante e um tanto agressivo. Parabéns, você acaba de encontrar um Terrier legítimo! O que a primeira vista é um monte de encrencas e defeitos, é na verdade um monte de qualidades para um cachorro que tem que se meter debaixo da terra, sozinho, na escuridão total, e enfrentar todo o tipo de presa, assustada e pronta para atacar.

A palavra Terrier vem do latim "terra", embora muitos prefiram acreditar que a palavra original seria "terror" dada a capacidade de aterrorizar os outros animais. Terriers foram criados para caçarem sozinhos e até hoje não são muito adeptos a companhia de outros cães do mesmo sexo. Para quem gosta de um cachorro grande numa embalagem pequena, este é o cão ideal. Usados para caçar raposas, racoons (uma espécie de quati), marmotas, ou lontras, estes animais também mostram seu valor quando o assunto é exterminar os ratos do armazém, estábulo, fazenda ou casa. Infelizmente, devido a sua grande coragem, determinação e valentia, alguns destes terriers também passaram a ser usados em brigas e rinhas de cachorros, que normalmente só terminam com a morte de um dos adversários.

Embora pequenos no tamanho, este animais são excelentes cães de guarda pois estão sempre alerta, ariscos e prontos para dar o alarme, já que uma das características da raça é ser "vocal". Se socializados desde pequenininhos e criados com muito amor e firmeza, estes camaradinhas são diversão pura. Brincalhões, sempre prontos para uma aventura, espertos, inteligentíssimos (extremamente manipuladores), cheios de energia, e companheiros. Se deixados de lado, ou não socializados propriamente se tornam agressivos, destruidores, e difíceis de se conviver. Definitivamente não é um cachorro para qualquer tipo de dono, mas quem gosta de um terrier não o troca por nenhuma outra raça.

Seu pelo pode ser duro (de arame), liso ou meio-a-meio e requer quase nada de cuidados. Secam rápido e não embaraçam. Alguns terriers têm seu pelo cortado, num típico corte "terrier", como o Fox Terrier Pelo de Arame e o Schnauzer Miniatura. Outros exemplares desta raça são o Jack Russel Terrier, Fox Terrier Pelo Liso, Airedale Terrier, Fox Paulistinha, Pit Bull Terrier, Bull Terrier, Staffordshire Terrier, Scottish Terrier e West Highland Terrier Branco.

TOYS:
Com suas origens vindo, muitas vezes, dos outros grupos de cachorros, os Toys foram sendo aperfeiçoados ao longo do tempo para serem os perfeitos cães de companhia. Pequenos, delicados, inteligentes, dóceis, gentis e extremamente apegados aos donos, estes cãezinhos são perfeitos para ficar no colo, dormir no pé da cama ou tirar um sonequinha no sofá. Sua função primordial e dar e receber carinho. Ideal para pessoas que passam a maior parte do tempo em casa e que preferem curtir o por do sol da varanda do que correr na praia, são excelente companhias para crianças (que devem aprender desde cedo como manusear estes bichinhos com suavidade e respeito) e pessoas idosas.

Infelizmente, na ânsia de fazer dinheiro e devido a sua grande popularidade e procura, muitos criadores irresponsáveis têm produzido filhotes sem o menor cuidado com o temperamento do animal. Já é grande o número de cachorros deste grupo que se tornam verdadeiras feras, tantos com estranhos como com familiares. Muitas vezes o problema é comportamental, devido a grande quantidade de mimos que são concedidos ao cachorrinho, mas a agressividade genética ainda é maioria e além de perigosa não tem cura. A escolha cuidadosa do filhote é imprescindível.

Estes amiguinhos precisam de carinho, conforto, atenção, cuidados especiais com o pelo, com a saúde e com a alimentação. Com um corpinho tão pequeno, qualquer cuidado é pouco.

Entre estes adoráveis "bichinhos de pelo" estão o Poodle Toy e Miniatura, Yorkshire Terrier, Chihuahua, Pequines, Lhasa Apso, Maltes, Bichon Frise, Miniatura Pinscher, Mancherster Terrier Toy, Papillon, Lulu da Pomerania, Pug, Shih Tzu e Silky Terrier.

ESPECIAIS:
Nesta categoria estão incluídas as raças cujas funções originais não são mais conhecidas ou definidas. As características destes cachorros são tão variadas quanto suas formas, tamanhos, cores e pelos. Como todos os cachorros que são amados, bem tratados, saudáveis e confiantes em seu dono, estes também são amigos, leais, inteligentes e fiéis. Sem falar que eles aliviam a tensão, acabam com a solidão, diminuem o estresse, ajudam a gente a fazer mais exercícios e caminhar ao ar livre. São eles: Dalmatas, Bulldogues, Boston Terriers, Chow Chows (que já foram criados para servir de comida na China) e Bulldogues Franceses.

Seja qual for a raça que você e sua família planejam escolher é importantíssimo socializar o filhote com pessoas e outros animais desde novinho. Além disso, um curso de treinamento para obediência básica vai ajudar a você e ao seu cãozinho a se comunicar melhor um com o outro, inclusive evitando que possíveis problemas de comportamento surjam mais tarde. O melhor é procurar um lugar que te ensine como treinar o seu bichinho. Se você já tem um cachorro e hoje ele não é bem aquilo que você esperava em termos de comportamento, ainda é tempo de se inscrever numa escola de treinamento de obediência e aproveitar tudo de bom que este companheiro peludo pode oferecer.

 

Todos os direitos reservados. Este artigo está registrado na Biblioteca Nacional e tem seus direitos autorais protegidos por lei. É permitida a sua reprodução desde que sejam colocados o nome da autora e a homepage origem.

voltar


© LordCão 2009