Quero receber
o LordCão News

Blog Vida de Cão - Veja Rio

 

LordCão News - Artigos interessantes

voltar

É possível ensinar a um cão adulto a andar junto?

Por Mara Kanczuc


Sempre é possível trabalhar um cão, mesmo ele sendo adulto. É claro que teremos algumas limitacoes. Um cão adulto, diferente de um filhotinho, já adquiriu maus habitos e além de ensiná-lo a fazer as coisas da maneira mais correta, teremos também que eliminar esses maus habitos. Quando um cão é velhinho, as limitações são outras, mas ainda assim, conseguimos melhorar muito a relação entre o cão e seu dono e sempre vale a pena investir nesse trabalho.

A primeira coisa a se fazer para um cão aprender a se comportar num passeio é não desisitir de passear com o cão. O que percebemos é um círculo vicioso, onde o dono, por não sentir mais prazer em passear com seu cão, vai deixando esses passeios cada vez menos frequentes e o cão por quase nunca sair na rua, cada vez que vê a coleira fica completamente maluco e sai desembestado, arrastando o dono e derrubando tudo que vê pela frente.

A segunda coisa é nos preocupar é com a escolha da coleira. As mais conhecidas são a coleira peitoral, a coleira de pescoço simples, de nailon ou de couro, o enforcador de corrente e o enforcador de pino. Existe ainda uma coleira propria para treinamento, importada, chamada Gentle Leader, que ainda é menos conhecida que as anteriores.

A coleira peitoral, estimula o cão a puxar, é utilizada por cães de tração (que puxam trenós, por exemplo) por isso não é nada indicada para cães que ja tem o mau hábito de puxar o dono. A coleira tradicional, de pescoço, não tem nenhuma contra indicação, mas não auxilia no treinamento, devendo ser usada somente por cães que já sabem andar sem puxar o dono. Os enforcadores são bastante uteis para o treinamento de um cão, mas só devem ser usados com orientação de um profissional, pois se mal utilizadas podem provocar danos sérios no cão, lesionando ou até perfurando a traqueia do animal (caso das enforcadoras com garras). Quando bem utilizados, entretanto, não costumam provocar problemas.

O enforcador simples, sem garras, é o mais utilizado e, apesar do nome "enforcador" não deve enforcar o animal. O dono deve dar trancos pequenos e rápidos no pescoço cão, apenas para repreendê-lo quando fizer algo errado (no caso puxar). A idéia é simular uma mordida que a mãe dava no pescoço do cão quando ele ainda era filhote, sem machucar o cachorro.

Muitas pessoas preferem o enforcador normal ou com garras, imaginando que o cão não ira puxar se sentir dor. O grande problema é que cães são extremamente resistentes a dor e na maoria das vezes não deixam de fazer o que querem apesar da dor. Justamente por isso, a melhor forma de educar um cão é através de repreensões que ele entenda e nao através da dor.

A coleira Gentle Leader é a maneira mais facil e segura de controlar e ensinar um cachorro a não puxar seu dono. Como ela não machuca o cão, pode ser usada por qualquer pessoa. Ela funciona a partir do instinto do animal, pressionando os mesmo pontos que o lider utiliza para repreender os outros membros da matilha. Além disso os cães tendem a puxar contra uma pressão feita e esta coleira faz uma pressão na parte traseira da cabeça fazendo com que animal empurre a cabeça para trás, e não para a frente, parando imediatamente de puxar.

O uso de uma guia longa, que tenha entre 1,60 e 1,80 m também é recomendável. Muitos donos preferem usar guias curtas, achando que assim terão o cão mais perto. A grande vantagem da guia longa para o treinamento, é que com ela o dono pode "dar corda" e então puxar o cão para perto dele novamente. Se o dono está utilizando uma guia curta, o tranco que o cão faz ao dar um puxão pode derrubar o dono no chão!

Agora vamos ao treinamento propriamente dito!

A primeira dica é iniciar esse trabalho num lugar que seja familiar ao cão. Pode ser o jardim do predio ou o quintal da casa. Evite sair na rua no começo do trabalho, o que acaba deixando o cachorro muito mais excitado.

A grande maioria dos treinadores levam os cães do seu lado esquerdo, o importante é ensinar o cão a andar sempre do mesmo lado, para ele não criar o costume de mudar de lado durante o passeio. Posicionamos o cão do nosso lado esquerdo, segurando firmemente a guia com as duas mãos e convidando o cão a andar junto. Começamos a andar (com a perna esquerda se o cão estiver do lado esquerdo do condutor) e vamos levando o cão ao nosso lado. Dai pra frente, sempre que o cão puxar a guia o dono deve dar um puxão (firme mas sem tranco se estiver com a GL, ou um tranco firme e rapido se o cão estiver usando enforcador) e falar NÃO uma vez só e com voz firme e de preferencia grossa, mas sem gritar (o "não" deve sempre simular um rosnado). Em seguida o dono deve dar o comando junto e soltar a guia deixando o cão mais solto. O uso do comando "não" para correigir o cão vai auxiliar mais tarde, pois assim que o cachorro já tiver aprendido a andar junto de seu dono bastará dizer a palavra "não" que o cachorro irá se corrigir automaticamente.

Quando o cão andar junto ao dono sem puxar, o dono deve repetir a palavra "junto" com uma voz suave e elogiar o cão. É muito importante, que sempre que o cão estiver andando junto corretamente, o dono mantenha a guia folgada, nunca apertando o pescoço (enforcador) ou segurando o rosto do cão (GL). O cachorro deve ser repreendido sempre que puxar (ou empacar) e ser elogiado sempre que estiver andando corretamente junto ao dono. O uso de pequenos pedacinhos de biscoitos caninos podem ser usados de vez em quando para premiar o cachorrão se ele estiver indo bem, mas só devem dados se o bichaõ estiver andando do lado e sem puxar a guia.

Procure não parar de andar, mesmo que o cão ameace empacar. O dono deve manter um ritmo constante e quem deve definir o ritmo da caminhada é sempre o dono, nunca o cão.

Se o cão insistir em puxar, uma boa estrategia é mudar de direção sempre que o cão puxar o dono. É simples, se o cão vai para frente, o dono vira de costas e comeca a seguir no sentido oposto. Assim o cão vai aprendendo que puxar não o leva a lugar algum e vai aos poucos aprendendo a não arrastar o dono pelas ruas.

É importante que o cachorro tenha o seu momento no passeio, quando ele poderá cheirar os postes que quiser, fazer seu xixi e ate cumprimentar outros cães na rua. Para isso basta que o dono de o comando "OK" ou "Livre" e solte um pouco mais a guia do cão. No momento que o dono desejar, é so recomeçar com o comando junto e reiniciar os exercícios. Inclusive, este momento de liberdade extra pode ser dado logo no inicio do passeio (assim o cão tem oportunidade de fazer todos os seus xixis e depois pode se concentrar no treinamento) e no final, funcionando como um grande premio. De qualquer forma, nem durante o comando "livre" deve-se permitir que o cachorro fique puxando o dono.

Com muita paciencia, muita boa vontade e principalmente muito carinho, qualquer pessoa pode formar com qualquer cachorro um a boa dupla para os passeios!


Todos os direitos reservados. Este artigo está registrado na Biblioteca Nacional e tem seus direitos autorais protegidos por lei. É permitida a sua reprodução desde que sejam colocados o nome da autora e a homepage origem.

voltar


© LordCão 2009