Quero receber
o LordCão News

 

LordC„o News - Artigos interessantes

voltar

Perigos Domésticos - Eletricidade

Infelizmente é com certa frequência que chegam ao nosso conhecimento histórias de peludos que se machucaram seriamente, ou até de donos que perderam seus amados companheiros em função de acidentes domésticos. Só quem já passou por um pesadelo desses pode dimensionar a dor dessas famílias, e por isso decidimos escrever esse artigo, para alertar e ajudar a prevenir esse tipo de tragédia. Selecionamos os principais acidentes domésticos observados ao longo dos anos de trabalho das nossas treinadoras da LordCão. São eles: choques, afogamento, quedas e envenenamento.

Nessa primeira parte trataremos do item choques. Em breve, teremos um Lord Cão News para cada um dos outros perigos.

As possibilidades de um peludo um pouco mais curioso ou agitado levar um choque são muitas, por isso observe bem sua casa e tente prever o que ele pode pensar e o que poderia interessá-lo. Cães adoram roer, principalmente quando ainda são filhotes, por isso, o fio do seu abajur (tv, som, geladeira, decoder, extensões...) pode parecer muito interessante e quando você menos espera: NHACK e TtzZz! Seu peludo furou o fio e tomou um choque! Esse tipo de choque pode ter consequências leves, ou graves, dependendo de uma série de variáveis. Uma maltesinha de 5 meses que conhecemos, por exemplo, teve parte da língua e lábio necrosados, além de sofrer uma parada cardíaca. Graças a Deus e a seu veterinário, ela se recuperou completamente. Já a Westie de uma grande amiga não teve a mesma sorte e nos deixou prematuramente por conta de uma emenda mal feita na iluminação do jardim ...

Então, para evitar que isso aconteça na sua casa, o que fazer?

 

1• Fios e Tomadas dentro de casa

- Procure embutir, esconder ou pelo menos fixar os fios sempre que possível. O que mais chama a atenção dos cães são fios balançando ou pendurados, que podem ser puxados e sacudidos.

- Coloque repelente para cães nos fios que sobrarem (existem várias marcas, às vezes um funciona e outro não, o jeito é testar). O repelente tem cheiro e gosto ruins e por isso quando o peludinho se aproximar para morder não vai gostar, e sua tendência será ir brincar com outra coisa. Lembre-se que o repelente deve ser reforçado sempre que preciso, às vezes todos os dias!

- Bloqueie as tomadas. Fora aquelas pecinhas especiais que fecham as tomadas, já vimos clientes usarem almofadas, cadeiras e itens de decoração para impedir o acesso à zona de perigo. Tome cuidado, pois cães pequenos podem aprender a passar pelo meio do bloqueio, e os grandes os derrubam! Por isso, se o seu cãozinho é um filhote, ou muito bisbilhoteiro ... :

- Nunca deixe-o sem supervisão. Isso ajudará não só no problema dos choques, mas em sua educação em geral. Tenha um lugar seguro e confortável para seu peludo ficar quando for ficar sozinho. Deixe que tenha acesso às áreas “perigosas” somente quando alguém estiver de olho nele e com disposição para corrigir e ensinar.

- Faça uma “pegadinha” para ele: escolha um fio que ele costuma tentar morder, passe o repelente e fique de olho se ele se interessará em ir lá mexer. Caso ele vá, faça um barulho alto, ou jogue uma latinha com pedras ao lado dele (é ao lado, não em cima!) de forma que ele tome um susto. Se ele se afastar, jogue um brinquedinho para ele e incentive-o a brincar. Rapidamente ele fará uma associação negativa com o fio e vai preferir seus brinquedos.

- Tenha sempre brinquedos de texturas diferentes, pelo menos 5 ou 6, à disposição dele. Coisas para morder, para roer/comer e para brincar e ensine que ele só pode brincar com essas coisas, o resto da casa é seu, inclusive os fios e ele não pode mexer.

 

2• Fios expostos no jardim

A maior parte das casas com jardim possui iluminação. Muitas vezes, os fios ficam expostos ou levemente enterrados sem a presença de um eletroduto, facilitando o acesso do peludo com uma simples escavação! Lembre-se: cachorros cavam!

- Se você mora em casa, tem jardim, cachorro e deseja colocar iluminação, pense sempre em colocar os fios bem enterrados e dentro de um eletroduto rígido, assim, se seu peludão cavar, as possibilidades de choque são bem menores.

- Garanta também que ele não tenha acesso às luminárias, pois muitas vezes não são bem lacradas, nem bem isoladas, e assim, além do choque, você evitará queimaduras com a lâmpada.

- Verifique periodicamente qualquer emenda ou extensão, principalmente em áreas expostas, pois além do perigo de seu cachorro pisar em cima e levar um choque, em caso de chuva, ele pode ser eletrocutado apenas passando numa poça onde tem um fio desencapado ...

 

3• Eletrodomésticos e máquinas em geral

- Não deixe o peludo brincar com o aspirador de pó, cortador de grama, jato d’água, ou qualquer outro eletrodoméstico ou máquina elétrica. Alguns adoram, pois as coisas que se movimentam atiçam seu instinto de caça, mas basta se animarem demais e morderem no lugar errado para o acidente acontecer.

Listamos aqui as possibilidades mais comuns, mas uma vez que você agora já conhece os riscos, dê uma boa analisada em sua casa, do ponto de vista do seu cachorro, e perceba o que mais poderia interessá-lo e como evitar o pior. Muitas vezes é chato e trabalhoso ter que prever todas as artes que ele pode aprontar, mas com isso você investe na educação dele a longo prazo e num futuro saudável e feliz para toda a família, com donos e peludos vivendo melhor e a salvo em suas casas.

 

Daniela Prado e Bruna Portilho
LordCão Treinamento de Cães
www.lordcao.com

Todos os direitos reservados. Este artigo estŠ registrado na Biblioteca Nacional e tem seus direitos autorais protegidos por lei. … permitida a sua reproduÁ„o desde que sejam colocados o nome da autora e a homepage origem.

voltar


© LordC„o 2009